quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Bint'óito

É hoje... Faço bint'óito anos...

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Imbecilidade é, em psiquiatria, o grau intermediário da tríade oligofrénica, e os indivíduos portadores de imbecilidade são acompanhados de um certo grau de desenvolvimento intelectual que os permite um mínimo aprendizado.

O imbecil é caracterizado por sujeitar-se facilmente às sugestões, podendo constituir-se em perigo a outrem, por conta disso: se sugestionado para o mal, não têm os freios morais para questionar.

Em geral, não se afeiçoam à vida familiar, mas em contrapartida gostam de animais.

Não possuem condições para a própria subsistência.

É de mim...

...ou festejar o halloween é uma perfeita imbecilidade?!?!?!

O que é o halloween? O que tem a ver connosco? O que significa? Para que raio andamos nós a importar tradições do EUA????

Já importámos o pai natal, o dia dos namorados,... Qualquer dia festejamos o 4 de Julho!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Condução perigosa extra-terrestre

Hoje no JN online

Avião comercial escapou a embate com óvni em Heathrow

Um avião comercial esteve prestes a embater com um objecto voador não identificado, poucos momentos antes de aterrar no aeroporto de Heathrow, revelam os mais recentes ficheiros esta segunda-feira publicados pelo Ministério da Defesa britânico.

O voo em causa, operado pela Alitalia, aterrava em Londres em 1991 e foi o próprio piloto que alertou para um objecto voador desconhecido. O comandante do aparelho assustou-se tanto com o que viu que gritou "cuidado!" para o co-piloto.

Na altura, o caso foi investigado pela Autoridade de Aviação Civil e pelo Exército. Mas o dossiê acabou por ser arquivado sem que se explicasse a origem do objecto de cor castanha e em forma de míssil que quase embateu contra o aparelho.

As hipóteses de um balão, míssil ou rocket foram, no entanto, afastadas. O mistério é um dos muitos avistamentos relatados nos ficheiros - até agora mantidos em segredo - que, ontem, foram disponibilizados ao público atraves da Internet e que podem ser consultados no site do arquivo nacional britânico.

Rita Jordão, correspondente em Londres

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Eu Lagaffe

Numa das minhas últimas incursões pelo mundo do voluntariado...

Fui colocada no meu posto com uma miúda muito simpática que não conhecia. Conversa puxa conversa ela tira da carteira algumas coisas, incluindo a chave do carro. O porta chaves era igual ao meu, de outra cor. Eu, na mais pura das descontrações, afirmo " que giro tenho um igual, mas de outra cor" Ao que ela me responde que não sabia de onde era o porta chaves.
"Não te lembras? esses porta chaves fizeram parte de uma campanha de marketing de uma empresa e vinham oferecidos na compra de um produto qualquer.." digo eu.

"Ah! não sei... Foi o meu namorado que me ofereceu nos anos..."

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Eu só queria que me saísse tinto!

Erro faz vinho jorrar de torneiras na Itália.
Moradores de Marino, na Itália, correram para encher baldes e garrafas quando vinho branco começou a sair da torneira de suas casas.

O vinho grátis foi saudado como um "miracolo" (milagre, em italiano) pelos moradores da cidade, localizada ao sul de Roma. Eles dizem que as donas de casa perceberam que havia algo errado quando sentiram um estranho cheiro de álcool ao lavar a loiça e tomar banho.

O presidente da camâra de Marino, Adriano Palozzi, disse que os técnicos não se deram conta que tinham direccionado erroneamente o curso do vinho para o fornecimento doméstico.

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

ATENÇÃO!!!!


Sagradas Escrituras

"Recentemente, uma célebre animadora de rádio dos EUA afirmou que a homossexualidade era uma perversão: "É o que diz a Bíblia no livro do Levítico, capítulo 18, versículo 22: 'Tu não te deitarás com um homem como te deitarias com uma mulher: seria uma abominação'. A Bíblia refere assim a questão. Ponto final.", afirmou ela.

Alguns dias mais tarde, um ouvinte dirigiu-lhe uma carta aberta que dizia: "Obrigado por colocar tanto fervor na educação das pessoas pela Lei de Deus. Aprendo muito ouvindo o seu programa e procuro que as pessoas à minha volta a escutem também. No entanto, eu preciso de alguns conselhos quanto a outras leis bíblicas. Por exemplo, eu gostaria de vender a minha filha como serva, tal como nos é indicado no Livro do Êxodo, capítulo 21, versículo 7. Na sua opinião, qual seria o melhor preço?

O Levítico também, no capítulo 25, versículo 44, ensina que posso possuir escravos, homens ou mulheres, na condição que eles sejam comprados em nações vizinhas. Um amigo meu afirma que isto é aplicável aos mexicanos, mas não aos canadianos. Poderia a senhora esclarecer-me sobre este ponto? Por que é que eu não posso possuir escravos canadianos? Tenho um vizinho que trabalha ao sábado.

O Livro do Êxodo, capítulo 25, versículo 2, diz claramente que ele deve ser condenado à morte. Sou obrigado a matá-lo eu mesmo? Poderia a senhora sossegar-me de alguma forma neste tipo de situação constrangedora?

Outra coisa: o Levítico, capítulo 21, versículo 18, diz que não podemos aproximar-nos do altar de Deus se tivermos problemas de visão. Eu preciso de óculos para ler. A minha acuidade visual teria de ser de 100%? Seria possível rever esta exigência no sentido de baixarem o limite?

Um último conselho. O meu tio não respeita o que diz o Levítico, capítulo 19, versículo 19, plantando dois tipos de culturas diferentes no mesmo campo, da mesma forma que a sua esposa usa roupas feitas de diferentes tecidos: algodão e polyester. Além disso, ele passa os seus dias a maldizer e a blasfemar. Será necessário ir até ao fim do processo embaraçoso que é reunir todos os habitantes da aldeia para lapidar o meu tio e a minha tia, como prescrito no Levítico, capítulo 24, versículos 10 a 16? Não se poderia antes queimá-los vivos após uma simples reunião familiar privada, como se faz com aqueles que dormem com parentes próximos, tal como aparece indicado no livro sagrado, capítulo 20, versículo 14? Confio plenamente na sua ajuda." "

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

O que diz Molero

""É curioso pensar", disse Austin, passando por cima da pergunta directa, "que o rapaz tirava burriés do nariz quando era pequeno, mas não os comia logo". "Hã?", fez Mister DeLuxe. "Não os comia logo", acentuou Austin, "colava-os à parede para os comer no dia seguinte". Houve uma pausa. "Gostava deles secos", explicou."

Dinis Machado

Viva a República

Com um dia de atraso, mas as melhores intenções!

domingo, 5 de outubro de 2008

Dinis Machado

Morreu sexta feira dia 3, vítima de cancro do pulmão, com 78 anos.
Escritor e jornalista, ficou conhecido do grande público com o livro "O que diz Molero" o primeiro "best seller" em Portugal a seguir ao 25 de Abril.
Neste livro Mister DeLuxe e Austin lêem o relatório elaborado por Molero sobre a vida de alguém referido apenas como 'o rapaz'.
"Ainda hoje não há oralidade na literatura portuguesa como em ‘O Que Diz Molero’", afirma Francisco José Viegas, escritor e editor que conviveu com o autor.

sábado, 4 de outubro de 2008

Sensos comuns

Tenho dado por ela, ultimamente, que se fala muito em opções de vida quando se fala em homossexualidade. Programas de televisão são dedicados ao tema com a melhor das intenções e falam em opção. Pessoas são entrevistadas e dizem que respeitam a opção de cada um... Entre muitas outras que oiço no dia a dia, revistas e afins...
Sei que a maioria das vezes não é por mal que as pessoas se referem à homossexualidade como uma escolha, mas não é a realidade.

A homossexualidade não é uma escolha, as pessoas não escolhem ser homossexuais ou heterossexuais. Ser homossexual é ter uma orientação sexual diferente de um heterossexual. Existem vários tipos de orientação sexual, podemos ser hetero, bi ou homossexuais, mas nenhuma delas é uma escolha.

Senão vejamos, acham que alguém no seu perfeito juízo escolheria pertencer a um grupo minoritário de pessoas que são discriminadas a todos os níveis? Se fosse uma escolha, para que raio as pessoas iriam prejudicar-se tanto a elas próprias escolhendo pertencer a uma "categoria" que lhes trás tantos dissabores, injustiças e falta de direitos legais.

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Acabou o Ramadão

Desde quarta feira, o manelzinho já pode comer normalmente...

New York New York

Frozen in Grand Central Station

"This is a prank on a "grand" scale. Over 200 people gathered at Grand Central Station in New York to pull off a 'frozen in place' act. The onlooking travelers who weren't part of the act were mystified as to what was going on."

Indies ultra-contemporâneos

KLAXONS

O intervencionsimo tardio de Marco Paulo


Canção Proibida 1978

Uma canção foi proibida,
Antes de ser canção de alguém,
Numa gaveta foi escondida,
p’ra não pertencer a ninguém

Mas hoje o tempo é mais verdade
E não tem medo da canção
Que anda no campo e na cidade
Livre como a voz da razão

A canção andou por aí,
Qual ave solta na manha de primavera
A canção mais bela que ouvi
Depois de tanto tempo à sua espera

Todos nós iremos cantar
Aquela paz feita canção da nossa vida
Não se conhece o autor, mas essa canção de amor
Nunca mais há-de ser canção proibida

Mas hoje o tempo é mais verdade
E não tem medo da canção
Que anda no campo e na cidade
Livre como a voz da razão

A canção andou por aí,
Qual ave solta na manha de primavera
A canção mais bela que ouvi
Depois de tanto tempo à sua espera

Todos nós iremos cantar
Aquela paz feita canção da nossa vida
Não se conhece o autor, mas essa canção de amor
Nunca mais há-de ser canção proibida

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

O Eclipse

Agosto em Lisboa...
Eu e o Pedro que, habitualmente, ligamos muito pouco a fenómenos astronómicos, acabámos de jantar, em casa (Alfama) e lá fomos para a paragem do eléctrico. Como verdadeiras pessoas de hábitos que somos, costumamos ir tomar café no fim de jantar, sempre no mesmo sítio, no Bairro Alto, o Estádio.
À espera do eléctrico 28... Nesse dia, a lua estava torta!
"Oh Pedro, olha lá, a lua está torta! Alguma vez viste a lua assim!? "
Tentei incansavelmente fotografa-la, mas a minha máquina, que não é grande coisa, não fotografou nada senão um borrão de luz...
"Saímos da órbita" diz ele, ou "a lua mudou de sítio". Eu, a mais derrotista dos seres humanos, disse-lhe que devia ser o princípio do fim do mundo.
"Pelo menos morremos acompanhados um pelo outro" diz. Somos amigos há muitos anos e de uma cumplicidade fantástica. Na realidade, morreríamos bem na companhia um do outro. "Espero ir ainda a tempo de tomar um café antes de morrer"
Viciada em cafeína, acendi um cigarro... O eléctrico chega (porque chega sempre quando resolvo fumar) e lá vamos nós. numa viagem que ainda demora uns 15 minutos. Na praça Trindade Coelho, voltamos a olhar, a lua já não está tão torta, mas o fim do mundo ainda se avizinha! No Estádio o funcionário, que nos conhece há uns bons anos, vem muito bem disposto (coisa rara) e diz-nos:
"Então? Viram o eclipse?" Caras de parvos...
"Oh... É um eclipse?! Eu pensei que fosse o apocalipse..." Fiquei desiludida... Afinal não era nada de especial!

O café soube-me como todos os outros e eu a pensar que seria maravilhoso...